quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Outono

Parece que minhas folhas estão caindo e eu,
como uma sequóia de porte mediano,
não enxergo mais meus pés,
ou o que chamo de pés.

Acordo tentando mexer meus braços e
afastar os passarinhos que fazem ninhos nos meus galhos
(e me matam de cócegas, consequentemente),
afastar os cupins que me dão coceira,
e me proteger so sol com uma sombrinha imaginária
(já que neste momento, me carecem folhas).

Minha visão falha,
não enxergo os que trazem seus cachorros pra urinar nas minhas raízes,
não ofereço sombra pros que querem fazer piqueniques abaixo de mim,
não ofereço lenha para os que passam frio,
pois minha madeira está úmida
e não cessa de chover no interior do meu tronco.

Não possuo pernas para sair correndo,
nem um mp3 player de árvores para me ajudar a passar o tempo,
nem livros- "pocket" livros que eu possa ler sob um abajur-poste



afff... vou parar com isso e voltar a estudar,
antes que eu corte meus pulsos =P

3 comentários:

Rafael de Araújo disse...

Uau, que post gigante..perdi a noção do quanto escrevi... estava meio verborrágico hj, não?

=)

Rafael de Araújo disse...

Ih...comentei o post errado..era pra comentar o post do homem na lua

=P

Paty disse...

êeeeee, Araújo...
fala sério...