domingo, 16 de abril de 2017

Wallenderiando

Há uma diferença tênue entre a concisão e a incompletude das coisas. Ou talvez o gap esteja, diria, entre a ignorância daqueles que te ouvem/lêem e quanta água deve ir ali no que você escreveu.

Trabalhar em conjunto é complicado. 

Meio caminho entre meu excesso de palavras novatas e a concisão de alguém há anos e anos no ramo há um artigo e, nele, o quanto deve ser dito. 

Acho que já deixei de lado o orgulho de ver muito do que fiz jogado no lixo.... acho que não se trata disso... trata-se desse equilíbrio entre o excesso de concisão ("excesso de pouco") e a escassez do explicar com detalhes ("a falta do 'muito'")


I'm still figuring it out...