sexta-feira, 8 de abril de 2011

A mathematical proof of the non-existence of god? (part I)

        Bom.... o título do post em inglês é pra chamar a atenção mesmo. Acontece o seguinte: eu estava vendo Watchmen, que é um filme baseado nos quadrinhos de um cara muito bom ( o Alan Moore, que fez tbm V de vingança).... aí....

....bom, pra continuar eu vou ter que contar o final. Não fiquem chateados..é só uma parte que não tem mta relevância no todo (bem, pra mim teve, pq eu fiquei pensando nela uma cara). Há um personagem no filme que é "como se fosse deus": ele se chama Dr. Manhattan. A cena ao lado é a dele com a esposa. Ele se multiplica em dois pra "brincar" com ela (no sentido Macunaíma da coisa)...e ela reclama (caramba... eu achei que isso fosse sonho de 90% das mulheres... acho que essa parte da história está meio inconsistente =) 

        Mas voltando à parte séria... o que acontece é que no final o Dr. Manhattan decide sumir. 

[Ele some]
[Ninguém fala nada sobre]
[Oque dá a entender que ele vai pra algum lugar bem distante pra morrer em paz]

      Mas ele é como um deus, então ele não pode morrer!!! Acho que é isso que separa homens dos deuses, não? (veja na wikipédia sobre). Mas a questão que me deixou pensativo é a seguinte: 


        Será que um deus pode destruir a si mesmo?

     Eu fiquei pensando nisso um tempo e então me veio à cabeça um: "péraí... isso é totalmente inconsitente com a nossa concepção de deus!!!" Não que eu esteja muito à par do que isso seja, por não acreditar nisso (ao menos não nesse deus bíblico-católico-judaico-evangélico etc)

       Acho que vou ter que desenvolver uma prova matemática disso. E vou aproveitar a oportunidade para mostrar para os leitores deste blog simples e profano, como os matemáticos fazem para veicular suas idéias entre eles, só que de uma maneira que seja inteligível para o resto da sociedade, aka, leitores deste blog. Isso tbm cria um certo intimismo (ou assunto pra conversa de boteco) entre este povo tão socialmente excluído e "out" que são os matemáticos-físicos etc, qdo comparados a seres  mais "in", do qual fazem parte arquitetos-engenheiros-cineastas - seguindo o texto do Moreira Salles

        Isso pq é sempre complicado vc contar pra alguém oque vc faz da vida. Mais difícil ainda é qdo a pessoa te pergunta exatamente o que é. Se vc faz álgebra, esqueça: nem os outros matemáticos querem saber oque vc faz. Se vc faz outra coisa, "mais relevante", tbm esqueça: as pessoas não querem saber disso.  

      Daí surgiu a  idéia é um post didático: onde as pessoas vêem mais ou menos como a gte trabalha (qdo trabalha, é claro =) 

Postar um comentário