quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Sob(re) a chuva

Olá pessoas!!! (nossa..isso soou meio falso...vou começar de novo)

Saudações octadecimais à todos! Espero que estejam todos felizes e quentinhos em suas casas, por que aqui está um frio que chega a ser desagradável!

Bem, vcs haviam imaginado que eu estava perdido pelo mundo, que tinha esquecido de vcs ou algo do tipo. De fato, o post anterior diz tudo. Não vou mais tecer comentários inúteis (realmente, se isso fosse sincero eu não teria mais um blog =)

É engraçado aqui no Rio. Quando chove eu fico triste. Mas fico triste por que todo mundo parece triste!!! O porteiro, o cobrador de ônibus (em carioquês: trocador), e até os pobres animais!

Lá em São Paulo não era assim (e segundo algumas conversas, em países com neve também): acho que nestes lugares as pessoas já compreendem a chuva e o frio como parte das suas vidas. Aqui não: choveu, a cidade fica feia. E as pessoas tristes, inconformadas e cabisbaixas. É uma chuva lá fora e outra dentro de cada indivíduo que anda pela cidade, tenha ele um guarda-chuva pra se proteger ou não (oque é às vezes mais um motivo pra ficar triste... que o diga sair da cama de manhã.. até isso é horrível aqui...aliás, aqui e em qualquer lugar do mundo =)




Por hoje é só pessoal.... au revoir =0

2 comentários:

kenia disse...

Sinistro como os cariocas detestam chuva. E como as coisas não funcionam nesta cidade quando chove. Já eu gosto de chuva, acho aconchegante e agradável. Talvez porque tenho chovido também. =]

Rafael de Araújo disse...

É, guria... pelo menos é um bom sinal: o de que vc não está virando uma carioca =P


E fica bem: logo vc vai parar de chover e ficar só nublada, pra nos dias seguintes fazer sol, bastante sol mesmo