quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Grandes metas para as vidas alheias

Ter metas na vida é sempre bom.

Vivo numa idade em que é um porre sair com amigos. Todo eles são confusos, todos têm medo do futuro. Em suma: vc fica chato, seus amigos ficam chatos, e no fim das contas ninguém sfala nada que ajude de verdade, pois ninguém tem certeza de nada... e todo mundo fica assustado. Acho que isso passa..não sei. Me assusta pensar que isso não passará rsrsrs

Parece que hoje uma criança nos Estados Unidos deu um susto em muita gente por que acreditavam que ela estava dentro de um balão de hélio (não é bem essa história... é quase isso, mas a essência está aqui, nesta última linha =) As pessoas se mobilizaram... ficaram comovidas com o drama da família dele.

No entanto ele fez isso por que tinha uma meta... (acho que tinha.... se não tinha o post perde o sentido! Vamos assumir então que ele tinha, e não se fala mais nisso)


Voltando ao tema inicial, ter metas é algo essencial na vida, senão vc fica perdido..ou mais perdido que o o normal. As pessoas sempr ebuscam imaginar suas vidas com algo que as tornem únicas diante do mundo, diante da sociedade, ou diante daqueles que convivem com ela.

Mas achar algo que te torne único é muito, mas muito difícil... veja este cara que nadou o amazonas. Ele mesmo diz que queria fazer algo que nenhum outro homem havia feito. Ele inventa mó lorota sobre meio ambiente e tal e tal..a coisa toda é ele ser o único, ou ao menos o primeiro. Eu achei foda o que ele fez... me inspirou a ..escrever este post (realmente, nado no máximo 3 km por semana..não seria o suficiente nem pra ir até a faculdade... se fosse pra me locomover assim, ao menos eu poderia ir a cada 15 dias: dormir lá, voltar depois de 15 dias...ficar em férias...voltar depois de 15 dias =)

Para alegrar os perdidos, inventei duas coisas que podem tornar as pessoas que fizerem isso extremamente únicas. Sério mesmo! Quando falei sobre a idéia do post um amigo lambeu a quina da parede e falou:

"Viu? Quem é que tinha lambido esse canto de parede antes?"

Vamos ignorar essas interpretações altamente abstratas do que eu digo pra lá..voltemos aos itens/dicas:


Meta pra vida alheia #1: Atravessar o Brasil de ponta à ponta pulando pelos galhos de árvores, sem tocar no chão uma única vez

Importância: caramba, e precisa dizer? Ia chamar a atenção do mundo pro desmatamento que nós sofremos todos os dias!!! Se vc tiver que parar a sua viagem por conta de uma queimada então, nossa... o país vai parar contigo (é..isso não é muito significante..tudo é motivo pra parar por aqui rsrsrs ainda mais no Rio hahaha )


***************************

Meta pra vida alheia #2: Descer o rio Amazonas numa boia..ou melhor, numa câmara de pneu de caminhão

Importância: Extremamente relevante e pertinente! Nem precisava explicar, acho que os leitores do blog, no alto de suas sabedorias pensantes, já devem ter percebido isso...mas vou explicar, caso vc seja um desavisado que encontrou o link deste blog por acaso: é importante para que as pessoas vejam como o mundo nos dá coisas grandiosas e bonitas e como temos que zelar por elas


***************************


Meta pra vida alheia #3: Resolver o último teorema de Fermat usando matemática do ensino médio

Importância: Ahhh nem vou comentar isso =P



Acho que tá bom... não tive mais nenhuma grande meta pra vida alheia passível de descrição minuciosa além dessas. Fiquem a vontade para implementá-las, ou mesmo para sugerirem outras.

=)


2 comentários:

Paty disse...

meta pra vida alheia: tentar fazer o autor do post viajar um pouquinho menos. ... a meta #3 é a única q imagino vc tentando por em prática.

Rafael de Araújo disse...

Mas esta é a idéia!!! ...elas não são metas pra minha vida...são sugestões pra alguém, perdido, que passar por aqui e ler o post =)


Acho que nem a 3 eu colocaria em prática...rsrsrs