segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Em Cont(r)o-ibuição

A idéia é as pessoas irem contribuindo com  texto nos comentários ou em seus próprios blogs. Quem for fazendo isso, vá passando os links pra mim, ou os deixe nos comentários dos posts aos quais vcs derem continuidadde.


Então você me diz do seu sapato apertado. Mas, sinceramente, não quero mais saber.


Realmente, sua vida de casado já não lhe valia de mais nada. 

Era um infeliz.

Um grande e infeliz, personagem coadjuvante na vida da sua família. Familia esta cujo amor parecia não receber ou sentir. De fato, nem sabia se amava seus filhos mesmo. Mesmo sua esposa, cachorros,sua casa e seu carro novo.

Pensou em se matar. Isso! Se mataria à tardinha... só deveria ir ao banco pagar a conta e luz antes.

"Idiota!"

Condenou-se pelo último pensamento.. onde já se viu: ir ao banco, pagar uma conta e se suicidar?

"Idiota".. repetiu para si mesmo, de maneira mais tímida
Postar um comentário