quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Orangotangos e crianças

Ontem vi um vídeo de um orangotango criança tomando vacina. Uma pequena e florida fêmea, foi uma das cenas mais bonitas que já vi: a carinha dela, o abraço que ela deu na veterinária....  acordei, voltei pro cruel mundo dos homens, homens-carros, homens-teoremas, homens-medidas parametrizadas e, já pela manhã (depois de nadar), pisei no pé de uma criança humana.

Pedi desculpas.

Era um menino, deveria ter uns 6 anos. Ele me vira e fala " vc não precisa pedir desculpas" . Perguntei o por que. " Nem doeu". Fiquei rindo sozinho... acho que vc caracteriza a velhice pela quantidade de beleza que vc passa a ver em coisas pequenas. Deve haver um teorema do tipo "kant-incompreensível" dizendo que envelhecer se mede não por idade, mas por essa taxa...mas voltemos, estou a fugir do assunto...é, o assunto que me fugiu agora, e não sei mais o que dizer.

Vou voltar a estudar... meu post de hoje vai ficar com um gap


=)
Postar um comentário