segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Terra Brasilis 2012/2013 - São Paulo (parte II)







Esse desenho é meio diferente dos demais (exceto pelo da "árvore vermelha"), pois não foi feito num estilo "contemplativo"; o fiz depois de interagir com  bêbados cantando num bar em uma noite meio-com-chuva-meio-sem-chuva numa esquina suja e um pouco escura dessa cidade de São Paulo. No começo eu estava bem reticente em estar ali, mas depois apertei o foda-se e comecei a cantar as músicas também ( as que eu sabia..que eram poucas), além de levar um "preta pretinha" no violão acompanhado daquele coro que, surpreendentemente, era bem afinado.

Não me represento no desenho, embora o devesse ter feito: me sentia uma ovelha no meio de lobos... talvez não seja bem essa a idéia, por que essa metáfora denotaria um quê de "pureza" no meio de algo impuro; não era o caso....acho que era mais um desconforto por estar ali e que, de uma certa maneira, deu uma amainada por conta da minha boa vontade.... não sem deixar de existir ( oque, acredito, seria impossível)... o contraste nos ensina muito... sair da zona de conforto pra sabermos quem somos, pra nos reafirmarmos, nos conhecermos melhor.  Esse foi um pequeno caso, mas foi interessante: cheguei em casa e, rindo sozinho, desenhei esses cachorros/lobos uivando/cantando no que poderia ser uma chuva , apesar dos poucos traços/gotas.



Postar um comentário