quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Sobre máquinas de lavar roupas, fazer esportes e a cegueira (ou seria a miopia?)

Ok, vc quer malhar pra caralho neste verão, ficar gatinho(a), corpo bronzeado debaixo do sol escaldante que mata e frita células neuronais sem bainha de mielina dos milhões de milhares de cariocas que passam por vias enormes e cheias de trânsito... vc pega, vai à praia jogar frescobol, compra cervejas... por sinal, ir à praia durante a semana é o que há, a melhor coisa do universo. Aí vc joga frescobol, entra no mar, toma caldos, fica perto da água, vem uma onde, e leva todo seu dinheiro, óculos, alma lavada... isso quando não te leva a sunga (hummm ou top..é assim que se chama a parte de cima do biquini? Tem nome isso?).

É...esse é o drama que assola milhares de paulistas perdidos que vem passar parte de suas vidas no Rio de Janeiro. Isso foi para comover vocês e pra ir lhes preparando para alguns contos natalinos chorosos e cheios de drama que há de amolecer o coração de vocês... ou mesmo lhes chocar! Um soco no coração de pessoas duras, de alma sombria....e que sabem pegar jacaré =)


Resumindo: o melhor do dia, mesmo depois de ter sido indiretamente cegado pelo mar, foi me sentir dentro de uma máquina de lavar depois de uma onda gigante que me pegou. Braços e pernas para todos os lados, nem sabia onde estava a praia depois dela rsrs. Engraçado é que o mar só ficava bravo quando eu entrava nele. Mais engraçado ainda foi a cara das pessoas me vendo tomar um caldo, foi muito bom, todo mundo desacreditava, foi coisa de desenho animado a cena toda (da onda que me levou os oćulos até o último caldo)


=\
+
=)

2 comentários:

kenia disse...

hahahahahaha. ai, me sinto tão privilegiada de participar deste relato quase em primeira mão! me autografa!!! bjos-me-liga ;)

k., em dias em que está hiperativa

p.s.: pensei seriamente em ir a sampa com a ju, me leva na esquina da ipiranga com a são joão? na marginal pinheiro, onde rolou desastre? me levaaaaa!

Rafael de Araújo disse...

Que desastre?

=0