quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Tornado #1

O primeiro tornado a gente nunca esquece, acho. Como um primeiro beijo, um primeiro pulo na piscina, a primeira namorada, ou o primeiro bicho de estimação.

Na primeira vez que vi o cartaz na lavanderia ( esse, aí ao lado) eu achei que fosse só uma coisa distante, que só acontece no filme do mágico de Oz. Ainda mais por que o cartaz me lembrava um monte de moscas voando em círculo, como se fossem um cardume de peixes (é incrível aqui que os peixes fazem, não? ). Por sorte as moscas não se comportam como peixes... ia ser uma cena muito horrível esta.. tanto que nem gosto de olhar muito pro cartaz, por que ele me traz essa imagem à cabeça.


Não sei dizer se foi um tornado TORNADO mesmo, pq eu não o vi. Só sei que as sirenes da cidade tocaram no meio da minha aula de álgebra (uufffaaa... que sorte..tava muito chata a aula) e o professor, sem saber o que fazer, continuou por um tempo até ver - ouvir - perceber a insistência das sirenes. Lá fomos nós, ficar no corredor do prédio, longe das janelas.
Como se nada estivesse acontecendo, o professor emendou a conversa que esava tendo na aula e continuou a explicar as coisas ali no corredor mesmo, cercado dos alunos.

Só sei que eu me lembrei de um filme da disney, em que o pato donald faz perfeitamente(!!!) aquele papel dos caras que vendem água em shows. Sabe, quando o vacalista tá cantando aquela música bonita, sozinho no palco, aí vem um cara e grita

''ÓIA A ÁÁÀGGGGGUUUUAAAAAaaaaa...''

O pato donald é esse cara no desenho hahaha. Muito bom mesmo. Isso sem falar no tornado.

=)


Postar um comentário