quinta-feira, 31 de março de 2016

Gosminhas

Curiosamente, cada cultura estabelece uma relação singular com gostos, formas, cheiros e texturas. 

Em mais um dia de batalha em refeitórios alemães, nosso explorador favorito (não, não... falo de Rafaello: 1984 ---) esbanjou coragem extrema e pura ousadia ao se deparar com gosminhas. Sim, por que alemães adoram "dressings": aquelas coisas líquidas e de cores duvidosas - branco, verdegrama, amarelo calcinha, vermelho tapete - que algumas pessoas despejam na comida. 

Aflito e sem ter para onde escapar, Rafaello interrompe a batalha de tempos em tempos: olha ao redor num suspiro e busca um ponto de conforto distante, no infinito. Apesar de se sentir realmente desconfortável, nosso viajante dispendeu força sobrehumana ao encarar esse monstro. Felizmente o fez com louvor e sucesso, enquanto seus colegas de mesa se deleitavam ao encarar com seus próprios "monstros líquidos". 

A  textura, a forma e o gosto... cultura. Nossas raízes remetem e buscam  uma esfera de familiaridade onde nos inserimos, nos encaixamos. 

Rafaello sai do campo de batalha nauseado. Busca no bolso com desespero o conforto de uma paçoquinha.

Postar um comentário