sábado, 9 de agosto de 2014

A small step to a higher order

Poutz.... fico aqui pensando se o problema todo está na natureza da singularidade... "será que eu devo ir pruma ordem mais alta? Será que estou alterando a ordem da singularidade em algum momento e não me dei conta?" 

Me pergunto, da mesma forma que você deve estar se perguntando "que merda é essa da qual ele está falando???!!! ". 

Acredite, eu também estou perdido. Pedalo num dia chuvoso, volto pra casa num dia chuvoso... me pergunto se alguém no mundo se preocupa com meus problemas além de mim... certamente ninguém. Me pergunto o quanto desses problemas são na verdade meus e quanto são deles. Matemática é psicoterapia algumas vezes... me pego engalfinhado com problemas, me descabelo por eles, enquanto deveria ser paciente com os mesmos. Será que eu tranquei o cadeado da bicicleta? Divago, mas ainda assim caminho. Vou pra sessão do supermercado da qual mais gosto... talvez haja felicidade/joy nisso... um dia de perguntas bestas. Todas as verduras estão murchas... é, talvez hoje não seja um bom dia pra me perguntar algumas coisas (inclusive perguntas bestas). Talvez seja, isso sim,  questão de dar um tempo e, em algum outro dia, quando elas estiverem de mais bom humor e boa vontade, voltar a elas. Aí quem sabe as coisas pareçam mais frescas e verdes.... nada como verduras tristes e cabisbaixas que não tive coragem de trazer pra casa hoje. Ou será que eu falava das minhas perguntas? 




Postar um comentário