domingo, 12 de abril de 2015

Buckets of rain



[Uma poça no meio do mundo]
[Coincidentemente, na hora eu estava com aquela música do Dylan na cabeça, "Buckets of rain"]
[]
[Achei bonito ver como a água "smooths out" as rugosidades e "sharpness" de cantos e quintas]
[Curioso que esse é um aspecto matemático bem claro devido à viscosidade (em equações parabólicas), mas acho que não vem ao caso discutir isso rsrs ]
[Na hora me pegou mesmo a mistura de cores: o azul do céu, o branco das nuvens, com a lama perdida no fundo, o escuro dos galhos... mais folhas pra lá e pra cá..]
[...acho que não há matemática no mundo que descreva isso :) ]


Postar um comentário