quinta-feira, 10 de julho de 2014

"7x1" e a mercantilização da força de vontade






































Do livro, "Rules of Summer", de Shaun Tan

Hoje, 30 anos desde quando o Amyr Klink completou a travessia do Atlântico a remo, três pessoas estão planejando a mesma travessia. Perguntado sobre o caso e se botava fé em algum deles, o próprio Amyr disse (segundo meu cunhado ouviu numa palestra do Amyr):

"-Dois deles já ficam cantando vitória, postando fotinho no facebook, no instagram... ao invés de se dedicarem ao projeto. Acho que esses não vão conseguir. O terceiro é diferente... este eu acho que pode conseguir."

Lembrei dessa história depois da derrota por 7 a 1 contra a Alemanha. Pensei no papel de moleques mimados a que os jogadores se prestaram... e vi que havia uma conexão. Jogador postando fotinho no instagram o tempo todo, ou preocupado em mostrar a cueca da qual faz merchandizing durante os  jogos...   existe seriedade nisso? Como confiar num profissional desse? Quão inesperado foi ver a seleção brasileira jogando como um time de 3a divisão diante de um time técnico e extremamente profissional como a Alemanha?

Acho que dá pra divagar muito sobre o assunto, mas hoje fico por aqui. 

ps: vou virar Argentino!!! =P
Postar um comentário